No dia 10, às 19h, será realizada mais uma edição do Foro Inteligência, desta vez com o tema “O Brasil e a agenda ambiental: potência, pária ou ameaça internacional?”. As inscrições estão abertas e são gratuitas.

O convidado é Eduardo Viola, professor de relações internacionais do IEA/USP, da FGV e da UNB, e especialista em Política Ambiental Internacional, Economia política internacional da mudança Climática, Globalização e Governança.

Para Viola, em termos gerais, as políticas climáticas federais estão em estagnação ou retrocesso no Brasil desde 2015, situação que foi agravada ao extremo a partir de 2019. “A reversão da imagem extremamente negativa do Brasil de Bolsonaro é muito difícil. O mundo verá como positivas as últimas medidas anunciadas, de adesão às declarações sobre desmatamento; de diminuição em 30% das emissões de metano até 2030; e do aumento da meta de redução de emissões no mesmo período, de 43% para 50%. Mas, o decisivo mesmo será implementar essas medidas, e o mundo continua cético a respeito da postura do Governo”, afirmou.

A questão, portanto, é como o Brasil irá se posicionar no futuro e como isso vai impactar sua relação com os outros países.

Os professores Christian Lynch (IESP/UERJ), Paulo Esteves (IRI/PUC-Rio) e Marcio Scalercio (IRI/PUC-Rio) mediarão o evento. Participe!