Para o jornalista Pedro Dória, um dos convidados do webinar“O futuro da mídia convencional no Brasil”, é preciso reconhecer, antes de qualquer coisa, que a essência da profissão se manterá ainda que a forma mude.

O fundador do Canal Meio ainda refletiu sobre os custos para manter um jornal, da inviabilidade crescente do papel à questão dos investimentos monetários. Aspectos que a fundadora da Agência Lupa, a jornalista Cristina Tardáguila, também julgou serem cruciais ao debater o futuro do meio.

Tardáguila, inclusive, foi além ao pensar sobre o papel das universidades em um mercado de trabalho em transformação. Afinal, não só não existem vagas de emprego como antigamente, como é necessário lidar com fake news, pensar no papel das big techs no jornalismo crítico, etc.

Dória e Tardáguila, porém, concordaram que o jornalismo desempenha um papel fundamental na manutenção da democracia. Em especial, com a ascensão das redes sociais, que aumentaram a velocidade com que uma informação chega às pessoas. Agora, o trabalho não acaba nunca.

Veja alguns dos melhores momentos do webinar aqui: